Já pensou que equilibrar responsabilidades é como manter várias bolas no ar? Agendas lotadas, decisões a tomar, compromissos a serem feitos… Tudo com data e hora marcada. Isso sem falar que no casos das mulheres, ainda existem alguns cuidados específicos, como os necessários durante a gravidez.

E, quando mulheres estão nesse período, durante o “malabarismo” de emoções e compromissos, há um elemento muitas vezes esquecido: a tireoide.

Por isso, hoje trago esse assunto tão importante e te convido a entrar no universo do hipertireoidismo durante a gestação. Continue a leitura para descobrir como esse equilíbrio é essencial para fazer dessa jornada um momento incrível!

O hipertireoidismo e a gravidez

Durante a vida, a tireoide assume o papel de regente, produzindo os hormônios T3 e T4 , esses que desempenham um papel crucial no desenvolvimento fetal. Entretanto, quando essa as coisas se desequilibram, o hipertireoidismo pode surgir e trazer consigo desafios para a gestante e o bebê.

Os sintomas do hipertireoidismo na gestação se manifestam a partir de sinais como pele fina, tremores nas mãos, taquicardia e olhar fixo. Contudo, é preciso entender que esse desequilíbrio é apenas o primeiro movimento.

A partir daí, é fundamental buscar o equilíbrio dos níveis hormonais, afinal, cada coisa fora do lugar, principalmente na gravidez, pode causar sérios problemas.

Médico tocando pescoço de paciente

As possíveis complicações

O hipertireoidismo na gestação é uma dissonância que pode atingir diversas áreas, gerando impactos que deixam a gestação bem mais complicada do que esperado. Alguns deles são:

  • O risco de parto prematuro;
  • Problemas cardíacos;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Potencial para complicações no desenvolvimento do feto.

Todo mundo sabe que a gestação é um período de bastante cuidado, por isso é tão importante evitar que esses problemas sejam desenvolvidos e que a atenção seja redobrada para evitar o agravamento da situação.

Leia mais: Diabetes gestacional: entendendo, controlando e buscando uma gestação saudável

Como controlar esses casos

Como já disse anteriormente, é preciso evitar que esses possíveis problemas sejam desenvolvidos, e isso só acontece se a gestante com hipertireoidismo tiver os devidos e preciosos cuidados!

É então que, por exemplo, os exames de sangue se tornam fundamentais, pois eles irão detalhar os níveis de hormônios tireoidianos. Isso acontece junto com estratégias para ajustar a medicação durante a gravidez para ir de encontro com o equilíbrio.

A colaboração estreita entre o endocrinologista e o obstetra também tem um papel crucial. É nessa harmonia que se assegura um período de bem-estar de cada movimento durante a gestação.

Grávida brincando com sapatos de bebê na barriga

Cuidando da saúde e promovendo o bem

E se você já está por dentro dos cuidados para garantir o controle da tireoide durante a gravidez, é preciso saber que cuidados com a saúde geral também têm um papel vital.

É então que recomendações nutricionais específicas precisam ser seguidas para garantir o desenvolvimento adequado do feto. As mães também têm que lidar com sintomas, como nervosismo e insônia, com estratégias como técnicas de relaxamento.

Outro fator é o acompanhamento regular com uma equipe médica multidisciplinar, que poderá assegurar que todos os elementos estejam alinhados para o bem-estar tanto da mãe quanto do bebê.

Com tudo isso sendo trabalhado, tendo cuidados desde a alimentação até a gestão dos problemas, é possível fazer da gestação uma experiência plena, tranquila e segura!

Uma vida saudável começa na gestação!

Depois de toda essa jornada de aprendizado e sugestões, você já deve saber que não pode deixar de se cuidar em nenhum momento, né?!

E, para completar, garantindo o reforço da segurança, é fundamental o acompanhamento endocrinológico. Afinal, cuidar da tireoide é mais um dos cuidados essenciais para celebrar a chegada de uma nova vida repleta de saúde.

Para mais conteúdos como este, fique atento aos próximos artigos aqui no site e me acompanhe através do Instagram: @verushkatinoco!

Sobre o(a) autor(a): Dra. Verushka Tinoco

Médica Endocrinologista há mais de uma década, possui residência em endocrinologia no Rio de Janeiro. Em seguida, se especializou em nutrição clínica (SP), oferecendo aos seus pacientes um atendimento personalizado, humanizado e assertivo.


    Compartilhe

    Deixar um comentário

    Artigos relacionados

    Voltar para artigos