Esse é um problema que acontece em decorrências de algum trauma no tímpano, seja por infecção, seja por trauma direto, como trauma por cotonete. 

Independente da causa, é importante ter atenção aos sintomas e procurar ajuda. Quer saber como identificar e cuidar do tímpano perfurado? Continue a leitura!

Identifique os sintomas

O que acontece em todos os casos é uma dor intensa súbita no momento da perfuração. Pode ocorrer também perda de uma parcela da audição, as pessoas logo perceberão que não estão ouvindo como costumavam.

Percebeu que ocorreu um sangramento? Pronto, esses já é um indício mais nítido da situação!

Outras manifestações são picos de febre, tontura repentinas e até secreção amarelada, que surge quando já está em um alto nível de infecção

Médica examinando ouvido de idoso

Quais os meios de tratamento?

Primeiramente, o diagnóstico acontece quando o médico otorrinolaringologista examina o paciente com ajuda de um otoscópio, aparelho que dá a possibilidade de enxergar a membrana do tímpano e perceber o estado da região.

Diagnóstico feito, dependendo do estado, em poucas semanas a perfuração já é sarada quando pequena. Se o caso for mais grave, é provável que seja constatada a necessidade de fazer uma cirurgia para reconstrução da área perfurada.

A timpanoplastia utiliza enxerto retirada de outra região do paciente, para cobrir a perfuração. A recuperação deve acontecer evitando ida à praia ou piscina e sempre fazendo uso de algodão embebido em óleo no ouvido quando acontecer contato com água (no banho, por exemplo).

Entendeu como o tímpano perfurado se comporta, o que causa e como tratá-lo? Gostou do conteúdo? Compartilhe e faça com que mais outras pessoas saibam mais sobre o assunto!

Sobre o(a) autor(a): Dr. Kallil Monteiro Fernandes


    Compartilhe

    Deixar um comentário

    Artigos relacionados

    Voltar para artigos