A obesidade é uma condição complexa que atinge mais de 700 milhões de pessoas no mundo, e seu tratamento envolve uma abordagem personalizada e multifacetada.

Embora haja uma variedade de medicamentos eficazes para ajudar no seu controle, além de compreender seus diferenciais, é fundamental receber o acompanhamento de um especialista.

Se você deseja saber qual é o papel e quais são as principais medicações para o tratamento da obesidade e mais, continue esta leitura e descubra!

Quais são os principais medicamentos usados no tratamento da obesidade?

Além de mudanças no estilo de vida, como dieta e exercícios físicos, os medicamentos desempenham um papel crucial no gerenciamento eficaz do peso.

Os principais medicamentos usados no controle da obesidade são:

1- Inibidores do Apetite

Medicamentos como a sibutramina são conhecidos como inibidores do apetite. Eles atuam no centro da saciedade no cérebro, ajudando a diminuir o apetite e, consequentemente, a ingestão calórica diária.

2- Orlistate

O orlistate é outro medicamento frequentemente utilizado. Ele atua no trato gastrointestinal, impedindo a absorção de uma parte das gorduras ingeridas, o que contribui para a perda de peso.

3- Associação de Bupropiona e Naltrexona

Uma combinação de medicamentos que tem ganhado destaque é a bupropiona e naltrexona. Essa associação atua na redução do comer emocional e aumento da queima de calorias.

4- Liraglutida

A liraglutida, originalmente desenvolvida para o tratamento do diabetes tipo 2, também é usada no tratamento da obesidade. Ela promove a sensação de saciedade e pode ajudar na redução do peso corporal.

A importância do acompanhamento endocrinológico no controle da obesidade

Acompanhamento endocrinológico e obesidade

O acompanhamento endocrinológico é vital no controle da obesidade.

Além de orientar o uso de medicamentos, também oferecemos suporte contínuo e personalizado para garantir que os pacientes atinjam e mantenham um peso saudável.

Com essa parceria, é possível prevenir e tratar complicações relacionadas à obesidade, bem como monitorar a eficácia do tratamento e fazer ajustes conforme necessário.

Não deixe o excesso de peso prejudicar a sua saúde e o seu bem-estar. Consulte um especialista, priorize o seu bem-estar!

Check-up anual pode prevenir doenças endocrinológicas

Esse conteúdo tirou suas dúvidas? Me acompanhe no Instagram e mantenha-se bem informado: @tallitavieiraendocrino.

Sobre o(a) autor(a): Dra. Tallita Vieira

Médica Endocrinologista graduada pela UFCG. Realizou residência em Clínica Médica no IMIP, em Recife/PE e, em seguida, residência médica em Endocrinologia e Metabologia no HUOL/UFRN


    Compartilhe

    Deixar um comentário

    Artigos relacionados

    Voltar para artigos