Você sente palpitações ou o coração disparado? Consegue perceber ele batendo de forma mais rápida ou mais lenta? Se sim, é importante ficar atento(a)! Esses são os principais sintomas da arritmia cardíaca – condição que caracteriza a falta de ritmo dos batimentos cardíacos.

A arritmia pode afetar homens e mulheres, em qualquer idade, e até mesmo saudáveis. Por isso, é essencial perceber os sinais do organismo, conhecer as características do problema e procurar um cardiologista regularmente.

Vamos entender um pouco mais sobre a arritmia cardíaca? Neste artigo você vai encontrar:

  • O que é arritmia cardíaca
  • Tipos de arritmia
  • Sintomas da arritmia
  • Causas da arritmia
  • Como prevenir

O que é arritmia cardíaca

Heartbeat GIF

O nosso coração é uma bomba que funciona dia e noite de forma automática e sincronizada para manter a circulação de sangue no corpo e a nutrição de todos os sistemas do organismo.

Para trabalhar de forma ideal, esse órgão possui um sistema elétrico responsável pelas contrações que bombeiam o sangue de forma ordenada. Quando há alguma alteração ou danos nesse sistema e os batimentos passam a ocorrer de forma irregular, temos uma situação de arritmia.

A frequência de batimentos considerada normal para um adulto em repouso é de 50 a 100 batimentos por minuto, o que pode sofrer alterações momentâneas em situações de estresse ou prática esportiva, por exemplo.

Tipos de arritmia

Basicamente, a arritmia cardíaca é dividida entre dois tipos gerais:

Taquicardia – quando o coração bate mais rápido que o normal (acima de 100 bpm em repouso)

Braquicardia – quando os batimentos são mais lentos que o ideal (abaixo de 50 bpm)

Além disso, há também a fibrilação atrial, considerado o tipo mais comum de arritmia. Ela atinge cerca de 30% da população idosa e faz com que o coração perca rendimento e “trema”, em vez de bater. Também é responsável por causar o acúmulo e a formação de coágulos de sangue na cavidade atrial, que podem chegar ao cérebro pela corrente sanguínea e causar um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Sintomas da arritmia

arritmia cardíaca sintomas

O principal sintoma para identificar um quadro de arritmia é a percepção dos batimentos cardíacos irregulares – sejam mais rápidos ou mais lentos. Além disso, outros sinais podem indicar o alerta, como:

  • Tontura
  • Dificuldade para respirar
  • Desmaios
  • Incômodo ou dor no peito
  • Palidez
  • Suor frio
  • Sensação de nó na garganta
  • Cansaço
  • Fraqueza
  • Ansiedade

Ao sentir a presença desses sintomas, é importante procurar um médico cardiologista para realizar uma avaliação completa e os exames necessários para diagnosticar a arritmia – como eletrocardiograma, ecocardiografia, ressonância magnética, teste ergométrico, hemograma e exames de tireoide.

Causas da arritmia

Muitos fatores podem levar a um quadro de arritmia cardíaca, mas em geral, ela está associada à doenças cardíacas. Outras origens do problema também incluem fatores genéticos, idade, hipertireoidismo, estresse, consumo de álcool, tabagismo, obesidade, apneia do sono e também a infecção pelo novo coronavírus.

Como citado anteriormente, a condição pode afetar pessoas de qualquer sexo ou idade, mesmo sem causa aparente. Por essa razão, é importante que todos adotem hábitos preventivos e fiquem atentos aos sinais do corpo.

Como prevenir a arritmia cardíaca

A melhor forma de cuidar do coração e prevenir não só a arritmia, mas diversas outras doenças cardíacas, é adotando um estilo de vida saudável. De que forma?

  • Ter uma alimentação saudável e equilibrada
  • Realizar atividades físicas
  • Parar de fumar
  • Fazer check-up cardiológico regularmente

Estima-se que cerca de 2 milhões de pessoas sofrem com arritmia cardíaca no Brasil, e mais de 320 mil mortes súbitas são registradas no país todos os anos.

A prevenção e o diagnóstico precoce são as formas mais eficientes de evitar e tratar a doença. Por isso, não ignore os sinais do seu corpo e cuide-se bem todos os dias, em qualquer idade. Para estar sempre com o ritmo do seu coração em dia, visite um cardiologista regularmente.

Compartilhe esse texto com pessoas que você conhece e ajude a espalhar informação confiável!

Recentemente, publiquei um texto chamado “Quem tem doenças cardiovasculares pode se vacinar?”. Indico a leitura!

E se você chegou até aqui, que tal conferir a minha página no Portal Vitta?

Até a próxima!

Sobre o(a) autor(a): Dr. Vinícius Caldas

O Dr. Vinícius Caldas é médico cardiologista e ecocardiografista, formado pela Universidade Federal de Campina Grande, com residência em Clínica Médica pelo Hospital Universitário Onofre Lopes/UFRN e em Cardiologia e Ecocardiografia pelo InCor da Faculdade de Medicina da USP/SP.Atua realizando exames de ecocardiograma e todas as suas modalidades, bem como atendimento em cardiologia na Clínica Cardiológica HC Cardio (Hospital do Coração), uma das maiores clínicas de Cardiologia do estado.


    Compartilhe

    Deixar um comentário

    Artigos relacionados

    Voltar para artigos